NOVIDADES

quinta-feira, 7 de setembro de 2017

Quem é ele?

Quem é o arquiteto das casas de contêiner?



O arquiteto e urbanista Celso Costa Filho é, atualmente, uma referência em construções com contêineres. Seus projetos encantam pela beleza, praticidade e conforto ambiental. Já são mais de cinquenta projetos sustentáveis para atender clientes no Brasil e exterior. Mas você sabe quem é o arquiteto por trás dos contêineres?

Voar, uma grande paixão




Piloto de Parapente desde 1997, Celso adora a vida ao ar livre e sempre que pode passeia pelos céus de Mato Grosso do Sul. O piloto já voou também nos céus de Atibaia/SP e Camboriú/SC.

O esporte que exige conhecimentos técnicos específicos, acabou por ajudar o arquiteto em sua profissão. Como entende bastante sobre a direção e intensidade dos ventos, utiliza esse conhecimento na hora de projetar as casas de contêiner, quando realiza os estudos de conforto ambiental. A ventilação cruzada no interior das casas é fundamental para o conforto térmico no interior das unidades. E isso Celso sabe fazer como ninguém.

Foto de 2005, em Camboriú/SC mostra duas grandes paixões do arquiteto: o mar, e o parapente.


A vida perto do mar


Em 2013, Celso mudou com a esposa para o Guarujá/SP. O casal morava próximo à Praia do Tombo, localizada no bairro de Jardim Las Palmas, entre a Praia do Guaiúba e a Praia das Astúrias. É chamada de Praia do Tombo por ter ondas fortes e mar agitado. Os surfistas adoram!


Rotina: na balsa fazendo a travessia entre Guarujá e Santos 





Era o início de uma trajetória de sucesso. Foi no porto de Santos que Celso conheceu a rotina dos contêineres e pode aplicar na prática os conceitos que já conhecia na teoria.

Bonito, Mato Grosso do Sul

Bonito foi onde tudo começou. Em 2011, Celso e a esposa, a jornalista Alexsandra Oliveira, moravam na cidade de Bonito, no interior do Mato Grosso do Sul.


O contato diário com natureza inspirou o arquiteto a procurar um sistema construtivo eficiente e de baixo impacto para o meio ambiente. Depois de intensa pesquisa, Celso chegou aos contêineres que começavam a ser utilizados na construção de casas ao redor do mundo.

Desde 2011 Celso se dedica quase exclusivamente as construções com contêineres.