NOVIDADES

quinta-feira, 25 de outubro de 2018

Pelo Mundo - Alemanha


Um lindo e sofisticado projeto com contêineres marítimos que teve como inspiração o crescimento de cristais em um laboratório de ciência e um castelo do século XI.



Assinado pelo arquiteto londrino James Whitaker, o projeto desenvolvido para uma agência de publicidade tem ainda outra genialidade: captar a luz solar em diferentes momentos do dia e direcionar a luz para o interior do edifício.


 A vista do interior mostra as estações de trabalho e uma sala de reuniões bem ao centro. Desse ângulo é possível entender como o complexo desenho do telhado canalizaria a luz do dia para interior da agência.



Infelizmente, a agência fechou antes que o projeto pudesse ser realizado, mas Whitaker (que também é fotógrafo) conseguiu renderizar as imagens do projeto. Ele trabalhou ricamente o contraste de luz e sombras para mostrar como seria a captação da luz natural pelas torres de contêiner,  e ainda seus efeitos dentro e fora do prédio. 



No Brasil, o arquiteto Celso Costa Filho, que é referência em projetos e construções com contêineres, elogiou o projeto do colega londrino, e explicou que o arranjo dos módulos poderia ser adaptado também para projetos em área urbana.

De acordo com Celso, os contêineres podem atender os mais variados projetos "Um conjunto  arquitetônico, mais do que beleza, precisa também ser funcional, por isso em meus projetos busco ir além da estética, e dar aos arranjos uma funcionalidade, sempre pensando na sustentabilidade e eficiência", explicou.


Celso falou também da questão da viabilidade econômica: "É importante avaliar os impactos do projeto, porque para ser sustentável não basta apenas ser ecologicamente correto, é preciso ser também economicamente viável, e no caso em questão, eles tem próximo o porto de Roterdã, na Holanda, o maior porto marítimo da Europa, de onde poderiam adquirir os contêineres", detalhou.

A informação foi confirmada pelo arquiteto James Whitaker. Ele disse que já tinha contatado um fornecedor de contêineres em Roterdã, e um fabricante de metais em Hamburgo, que faria a adaptação das estruturas.



Questionado sobre as dificuldades de construir uma estrutura como essa, Celso Costa Filho que já tem larga experiência com o sistema construtivo por contêiner, explica que o maior desafio seria ancorar as torres de modo a impedir que elas se inclinassem para frente "para isso as bases dos contêineres em cantiléver poderiam ser fixados aos topos dos contêineres inferiores, e desse modo ancorá-los na vertical", detalha

O sistema Cantiléver é um elemento estrutural formado por um arranjo de vigas, que lembram braços, e que permitem a ancoragem da estrutura em apenas uma das extremidades.



No Brasil, a Costa Container Arquitetura é especializada em projetos e construções com contêineres.

Gostou? Compartilhe com seus amigos 
Costa Container Arquitetura  
contato@costacontainer.com.br
67 99967-0120